segunda-feira, 15 de maio de 2017

Baker's Magic - A Magia do Pão

Baker's Magic - A Magia do Pão

Título: Baker's Magic - A Magia do Pão
Autora: Diane Zahler
Editora: Individual Editora

Sinopse:

Bee é uma orfã que vive sozinha num reino destruído. Morta de fome, rouba um pão duma padaria. Para surpresa de Bee, o padeiro oferece-lhe trabalho. Ao aprender a cozer pão, Bee descobre que tem poderes mágicos. É então que um amigo recente lhe pede ajuda contra um terrível mágico, o que faz Bee pensar o que é que uma pequena orfã, com poucos poderes de magia, poderá fazer para ajudar. A aventura de Bee para ajudar o amigo acaba por se transformar numa aventura para salvar o reino e descobrir o significado da amizade e da família.

Opinião:

Este livro foi-me enviado pela editora no ano passado, embora tenha sido sem o meu conhecimento. Parti para a leitura sem saber nada sobre ele, apenas que era um livro infantil.

No entanto, mesmo para livro infantil, não me convenceu. Gostei do início, de ver  o início da relação entre Bee e o padeiro, mas depois quando começaram as aventuras confesso que já não gostei tanto. Achei que se passou tudo muito depressa e que se resolvia tudo sem grandes dificuldades. Mesmo sendo um livro para os mais novos, não me agradou muito.





sexta-feira, 12 de maio de 2017

Jogador nº 1 - Opinião

Jogador Nº1

Título: Jogador nº1 /Ready Player One
Autor: Ernest Cline

Sinopse:


Cinco estranhos e uma coisa em comum: a caça ao tesouro. Achar as pistas nesta guerra definirá o destino da humanidade.
Em um futuro não muito distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma chamada Oasis. Neste mundo distópico, pistas são deixadas pelo criador do programa e quem achá-las herdará toda a sua fortuna.
Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts escapa de sua miséria em Oasis. Mas ter achado a primeira pista para o tesouro deixou sua vida bastante complicada. De repente, parece que o mundo inteiro acompanha seus passos, e outros competidores se juntam à caçada. Só ele sabe onde encontrar as outras pistas: filmes, séries e músicas de uma época que o mundo era um bom lugar para viver. Para Wade, o que resta é vencer – pois esta é a única chance de sobrevivência. 
A vida, os perigos, e o amor agora estão mais reais do que nunca.


Opinião: 

Já há algum tempo que tinha muita curiosidade para ler este livro, mesmo sem saber bem do que se tratava. Mas as opiniões eram tão positivas e o facto de para o ano estrear a sua adapatação ao cinema fizeram com que finalmente iniciasse a sua leitura.

Como já disse, não sabia bem ao que ia, e talvez por isso me tenha custado tanto a entrar na história. Como não sou grande apreciadora de videojogos, este livro não foi especial para mim, a existência do Oasis, e toda a sua complexidade não me convenceram completamente. Gostava de ter visto um pouco mais o que se estava a passar no mundo real.  

Apesar de não ter sido um livro que me impulsionasse a ler, achei a ideia interessante e gostei da mensagem que passa: quando se trata de algo virtual, não temos como saber quem ou como é a pessoa que está do outro lado.

É um livro que recomendo principalmente a quem gosta de vidojogos.


terça-feira, 9 de maio de 2017

Crónicas Lunares - Opinião

Cinder (Crónicas Lunares, #1) Scarlet (Crónicas Lunares, #2) Cress (Crónicas Lunares, #3) Winter (The Lunar Chronicles, #4)

Série: As Crónicas Lunares / The Lunar Chronicles
Autora: Marissa Meyer

Sinopse (Cinder):


Com dezasseis anos, Cinder é considerada pela sociedade como um erro tecnológico. Para a madrasta, é um fardo. No entanto, ser cyborg também tem algumas vantagens: as suas ligações cerebrais conferem-lhe uma prodigiosa capacidade para reparar aparelhos (autómatos, planadores, as suas partes defeituosas) e fazem dela a melhor especialista em mecânica de Nova Pequim. É esta reputação que leva o príncipe Kai a abordá-la na oficina onde trabalha, para que lhe repare um andróide antes do baile anual. 

Em tom de gracejo, o príncipe diz tratar-se de «um caso de segurança nacional», mas Cinder desconfia que o assunto é mais sério do que dá a entender. 
Ansiosa por impressionar o príncipe, as intenções de Cinder são transtornadas quando a irmã mais nova, e sua única amiga humana, é contagiada pela peste fatal que há uma década devasta a Terra. A madrasta de Cinder atribui-lhe a culpa da doença da filha e oferece o corpo da enteada como cobaia para as investigações clínicas relacionadas com a praga, uma «honra» à qual ninguém até então sobreviveu. Mas os cientistas não tardam a descobrir que a nova cobaia apresenta características que a tornam única. Uma particularidade pela qual há quem esteja disposto a matar.

Opinião:

Decidi ler esta série por ver muitas opiniões positivas e o facto de serem retellings também me parecia muito interessante. No entanto, acabou por ficar um pouco aquém das minhas expectativas.

Senti um padrão ao ler a série: o início não me parecia muito interessante, aborrecia-me, não me incentivava a ler e quase cheguei a desistir em Cinder e Scarlet. Depois, lá para o meio, já começava a gostar mais e queria saber o que se iria passar a seguir.

Tal como já disse, estes livros são retellings de histórias infantis bem conhecidas, em que cada livro nos apresenta uma história diferente mas que se intercala com as anteriores. O primeiro livro refere-se a Cinderela, o segundo ao Capuchinho Vermelho, o terceiro a Rapunzel e o quarto à Branca de Neve.

Apesar de terem mistério, ação, romance e até ser interessante, não foram livros que me enchessem as medidas, talvez por estar a gostar cada vez mais de livros mais adultos.

Dei 4 estrelas a Cinder e a Winter e 3 estrelas a Scarlet e Cress. Muito dificilmente lerei os outros livros "secundários" desta série.

Acho que são livros fantásticos para o público mais jovem que gosta de fantasia.

domingo, 7 de maio de 2017

Saga Mistborn - Nascida nas Brumas - Opinião

O Império Final (Mistborn, #1) O Poço da Ascensão (Mistborn, #2) O Herói das Eras 1. (Mistborn #3:1) O Herói das Eras 2. (Mistborn #3:2)

Série: Nascida nas Brumas
Autor: Brandon Sanderson

Sinopse:


Num mundo onde as cinzas caem do céu e as brumas dominam a noite, o povo dos Skaa vive escravizado e na absoluta miséria. Durante mais de mil anos, o Senhor Soberano governou com um poder divino inquestionável e pela força do terror. Mas quando a esperança parecia perdida, um sobrevivente de nome Kelsier escapa do mais terrível cativeiro graças à estranha magia dos metais - a Alomancia - que o transforma num "nascido nas brumas", alguém capaz de invocar o poder de todos os metais. Kelsier foi outrora um famoso ladrão e um líder carismático no submundo. A experiência agonizante que atravessou tornou-o obcecado em derrubar o Senhor Soberano com um plano audacioso. Após reunir um grupo de elite, é então que descobre Vin, uma órfã skaa com talento para a magia dos metais e que vive nas ruas. Perante os incríveis poderes latentes de Vin, Kelsier começa a acreditar que talvez consiga cumprir os seus sonhos de transformar para sempre o Império Final…

Opinião:

Já há muito tempo que queria ler esta série, uma vez que só tinha ouvido críticas positivas sobre os livros e o autor. Em Novembro do ano passado, através de uma leitura conjunta, consegui finalmente ler o primeiro - O Império Final - e adorei completamente, gostei muito dos personagens e de todo o mundo criado. Foi um livro surpreendente, sem seguir padrões a que possamos estar mais habituados. 

A única razão para não ter lido a série toda de seguida, foi não ter os outros volumes. Era uma história muito complexa para ler em inglês e os livros não tinham um preço muito apetitoso cá em Portugal. Acabei por ter de esperar um pouco para conseguir boas promoções, mas lá consegui. 

Em Fevereiro retomei finalmente a série, com O Poço da Ascenção e também gostei muito, mas não tanto como do primeiro. Mudou bastante a linha da história e confesso que a Vin por vezes me cansava um pouco. Mas nada que me retirasse o prazer da leitura. 

Por fim, li os dois volumes de O Herói das Eras em Março e também gostei muito, embora o final tenha tido um sabor agridoce.

Apesar de ter dado 5 estrelas a todos os livros, o meu preferido foi sem dúvida o primeiro. Toda a série está cheia de reviravoltas e de constatações surpreendentes: nem todas as grandes vitórias resultam em coisas boas, nem todos os que achamos maus e sem coração o são completamente.

Aconselho vivamente a quem gosta de fantasia. Talvez daqui a uns tempos leia os outros livros passados no mesmo mundo, uns anos depois.


segunda-feira, 1 de maio de 2017

Leituras de Abril de 2017

Abril foi, até agora, o melhor mês de leituras do ano para mim. Li 7 livros e iniciei 3.

1. Baker's Magic - A Magia do Pão de Diane Zahler

Baker's Magic - A Magia do Pão

Um livro infantil que não me convenceu, de todo. Dei 2 estrelas.

2. Tudo, Tudo ... e Nós de Nicola Yoon

Tudo, Tudo... e Nós

Não foi perfeito, mas foi uma leitura bastante agradável. Gostei, dei 4 estrelas.

3. A Química de Stephenie Meyer

A Química

Um livro que me surpreendeu pela positiva. Achei bem mais interessante do que estava à espera. Dei 4 estrelas.

4. O Filho de Mil Homens de Valter Hugo Mãe

O Filho de Mil Homens

Um livro muito diferente do que estou habituada a ler, gostei, mas não adorei. Dei 3 estrelas.

5. A Mulher Que Ama Demais de Lina Freitas

A Mulher que Ama Demais

Achei o livro muito repetitivo e pouco interessante, dei 2 estrelas.

6. Percy Jackson e os Ladrões do Olimpo de Rick Riordan

Percy Jackson e os ladrões do Olimpo (Percy Jackson, #1)

Um livro mais interessante para os mais novos, dei 3 estrelas.

7. Confesso de Colleen Hoover

Confesso

A minha estreia com a autora, e que estreia! Foi muito mais do que estava à espera. Adorei, 5 estrelas.


Iniciei ainda 3 outros livros: O Senhor dos Anéis - As Duas Torres de J. R. R. Tolkien, Por Treze Razões de Jay Asher e Ilusão Perfeita de Jodi Picoult.

As Duas Torres (O Senhor dos Anéis, # 2) Por Treze Razões Ilusão Perfeita

sexta-feira, 21 de abril de 2017

O Hobbit - Opinião

O Hobbit

Título: O Hobbit
Autor: J. R. R. Tolkien
Ano de publicação: 1937

Sinopse:

"O Hobbit" é a história das aventuras de um grupo de anões que vão à procura de um tesouro guardado por um terrível dragão. São relutantemente acompanhados po Bilbo Baggins, um hobbit apreciador do conforto e da vida calma. 

Encontros com elfos, gnomos e aranhas gigantes, conversas com o dragão, Smaug, o Magnífico, e a presença involuntária na Batalha dos Cinco Exércitos são algumas das experiências por que Bilbo passará. 
"O Hobbit" é não só uma história maravilhosa como o prelúdio a "O Senhor dos Anéis".

Opinião:

Este ano decidi que queria volta a ler O Senhor dos Anéis, mas antes quis ler O Hobbit, que inicia a sua história.

Este livro é bem mais leve que a trilogia, também em termos de história, mas principalmente em termos de escrita. Está escrito num registo mais infantil, não sendo obviamente tão denso como O Senhor dos Anéis.

Já tinha visto os filmes, mas isso não me estragou em nada a leitura. Recomendo a sua leitura.



segunda-feira, 10 de abril de 2017

O Conde de Monte Cristo - Livro e filme


Título: O Conde de Monte Cristo
Autor: Alexandre Dumas



Sinopse:

A história de um homem bom a quem roubam os dois maiores bens que possuía: a liberdade e o amor. Edmond Dantés é um jovem marinheiro injustamente acusado de ser partidário de Bonaparte. Preso durante 15 anos, é no cativeiro que trava amizade com o abade Faria — o homem que o ajudará na fuga e lhe deixará um imenso tesouro. Julgando-se acima de toda a lei humana ou divina, regressa, impiedoso, para recuperar a mulher amada e vingar-se dos seus inimigos, desafiar o destino...

Opinião:

Antes de mais, peço desculpa por andar um pouco ausente aqui do cantinho e com as opiniões tão atrasadas. Já terminei esta leitura em Janeiro e, só agora, é que estou a escrever a opinião.

No entanto, este atraso não significa que este livro não me tenha dito nada, bem pelo contrário. 

Já tinha estes livros há alguns anos, mas o facto de serem dois volumes com cerca de 800 páginas cada um e de a maioria dos livros da mesma coleção não me terem agradado muito, não ajudou a que pegasse neles mais cedo. No entanto, no final de 2016 vi muitas opiniões positivas sobre ele. O bichinho começou a crescer e decidi que leria em 2017. Comecei então o ano com esta leitura. 

Este é um livro espetacular, cheio de intrigas e aventuras, que nos desperta diversas emoções. Gostei muito de ver a evolução das personagens e todo o plano de vingança que Edmond Dantés conjura para se vingar das pessoas que o prejudicaram.

A escrita do autor também é muito boa, não nos deixa aborrecidos mas, pelo menos para mim, também não foi uma leitura que se fizesse em meia dúzia de dias. Gostei de desfrutar da leitura durante todo o mês.

Como já podem ter percebido, adorei o livro, ia com grandes expetativas e não me desiludiu nem um pouco.



Filme

O Conde de Monte Cristo Poster


Depois de ler o livro, decidi ver o filme de 2002 que, verdade seja dita, não é uma adaptação nada fiel do livro. Tem alguns traços gerais, mas alteraram muita, muita coisa. Quem já me segue há algum tempo, pode já ter reparado que não gosto muito quando um filme muda tanta coisa em relação ao livro. No entanto, gostei tanto desta história, que consegui apreciar o filme tão bem como o livro. Estão muito diferentes, mas adorei os dois.

Classificação: 7*

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Filmes de Fevereiro e Março de 2017

Fevereiro foi mês de óscares, por isso o meu entusiasmo para ver filmes foi muito, e consegui ver 12. No entanto, depois da cerimónia a vontade esmoreceu, e em Março só vi um.

Amour

Amor Poster

É um bonito filme de amor, mas confesso que me desiludiu um pouco, estava à espera de ver mais afeto entre o casal.

Classificação: 6*

O Conde de Monte Cristo


Apesar de estar bastante diferente do livro, adorei!

Classificação: 7*

Arrival

O Primeiro Encontro Poster

Desiludiu-me um pouco, apesar de ser interessante, torna-se um pouco confuso.

Classificação: 6*

Manchester by The Sea

Manchester by the Sea Poster

Mais um filme que me desiludiu, apesar de ser interessante, não me conseguiu cativar.

Classificação: 6*

Capitão Fantástico

Capitão Fantástico Poster

Adorei este filme, é arrebatador, faz-nos pensar em muita coisa, o que realmente importa na vida.

Classificação: 9*

Pulp Fiction

Pulp Fiction Poster

Não gostei muito, achei confuso e pouco interessante.

Classificação: 5*

O Herói de Hacksaw Ridge

O Herói de Hacksaw Ridge Poster

Mais um excelente filme, adorei.

Classificação: 9*

Moonlight

Moonlight Poster

Não achei nada de especial, para mim foi muito parado e pouco interessante.

Classificação: 6*

Animais Noturnos

Animais Noturnos Poster

Um filme que me surpreendeu pela positiva. Tem algumas cenas bem fortes.

Classificação: 7*

Moana

Vaiana Poster

Não é um dos meus filmes de animação preferidos, mas adorei as músicas.

Classificação: 6*

Elementos Secretos

Elementos Secretos Poster

Adorei! Ia com grandes expetativas e não me desiludiu. É um filme emocionante e inspirador.

Classificação: 8*

LaLaLand

La La Land: Melodia de Amor Poster

Tentei, mas sinceramente não consegui achar muita piada.

Classificação: 6*

Kong: Ilha da Caveira

Kong: Ilha da Caveira Poster

Um filme simples, mas que entretém.

Classificação: 6*


Como podem ter reparado, não estive muito em acordo com os óscares, mas acontece :)

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Leituras de Março de 2016

Em Março li 5 livros, terminando assim duas séries. Foi então um bom mês de leituras.

1. e 2. O Herói das Eras - Volume 1 e Volume 2 de Brandon Sanderson


O Herói das Eras 1. (Mistborn #3:1) O Herói das Eras 2. (Mistborn #3:2)

Apesar de o primeiro volume da série ter sido o meu preferido, acho que terminou de uma maneira bastante satisfatória. Dei 5 estrelas aos dois.

3. O Senhor dos Anéis - A Irmandade do Anel de J. R. R. Tolkien



A Irmandade do Anel (O Senhor dos Anéis)

Esta segunda leitura foi muito melhor do que a primeira que fiz, já há alguns anos. Consegui abstrair-me do filme e aproveitei cada momento. Dei 5 estrelas.

4. Winter de Marissa Meyer


Winter (The Lunar Chronicles, #4)

Foi um bom final para a série. Gostei, mas não foi uma história que me tenha agarrado muito. Dei 4 estrelas.


5. Ready Player One de Ernest Cline


Ready Player One

Este livro desiludiu-me um pouco, apesar de ter gostado, custou-me bastante a entrar na história, e mesmo depois de o fazer, não me agradou por aí além. Dei 3 estrelas.

quinta-feira, 9 de março de 2017

Leituras de Fevereiro de 2017

Em Março li quatro livros, dois deles bem constituídos e, no geral foram leituras muito boas.

O Hobbit de J. R. R. Tolkien

O Hobbit

Já há algum tempo que queria ler este livro e este ano decidi dedicar-me às obras deste autor. Gostei muito desta obra. Dei 4 estrelas.

Outlander, Tambores de Outono de Diana Gabaldon

Os Tambores do Outono (Outlander, #4)

Adoro esta série, adoro as persnonagens, adorei este livro. Recomendo vivamente Outlander! Dei 5 estrelas.

Cress de Marissa Meyer

Cress (The Lunar Chronicles, #3)

Mais um livro desta série que, apesar de ter gostado, não me entusiasmou por aí além. Dei 3 estrelas.

O Poço da Ascenção de Brandon Sanderson

O Poço da Ascensão (Mistborn, #2)

Apesar de ter gostado mais do primeiro, este também está muito bom, verdadeiramente surpreendente. Dei 5 estrelas.